Como evitar os juros abusivos do cartão de crédito

Classifique esse post

O cartão de crédito é um grande facilitador em nossas vidas, nos dias de hoje é quase impossível guardar dinheiro, então podemos pagar parcelado os produtos e dívidas com a ajuda dele. Mas essa facilidade tem um preço e esse preço é chamado de juros, e muita gente perde o controle deixando que ele acumule e a dívida vira uma bola de neve.

O grande problema é que os bancos acabam cobrando juros abusivo das pessoas, que pagam o valor mínimo do cartão, e sofrem com o peso da dívida de crédito em ascensão vivendo frustrados por taxas imprevistas e limites. Aumentos nas taxas de juros e pagamentos mensais mínimos são algumas das armadilhas que as empresas de cartão de crédito podem pregar para o bolso dos consumidores.

Fique atento com a fatura

Os clientes precisam agir com responsabilidade, lendo sempre as letras miúdas nos contratos dos cartões e pagando as parcelas. Por sua vez, eles merecem ser tratados de forma justa, o que não ocorre sempre. O cliente que se sentir lesado pode entrar com uma ação revisional de contrato, nos órgãos responsáveis de sua cidade, e tentar ganhar a causa contra a instituição financeira. Mas lembre-se, existe um contrato, caso você tenha assinado estando ciente das taxas de juros, não existe o por que de procurar seus direitos, por que nesse caso, não existe.

Pagando o mínimo ou parcelando a fatura

Uma das piores coisas que você pode fazer é pagar o mínimo ou parcelar a fatura do seu cartão, fazendo isso você entra no sistema rotativo do cartão o que faz gerar um juros de mais de 10% a mais para o mês seguinte e assim por diante. Portanto um conselho a seguir é, faça uma planejamento financeiro da seguinte forma: Pague o mínimo ou parcele por apenas 2 meses (nunca a mais do que isso), faça um controle do seu orçamento por um prazo curto, dessa forma você conseguirá se organizar e sair da famosa bola de neve de dívidas. Coloque na ponta do lápis o dinheiro que você irá receber e como você conseguirá pagar o cartão em pouco tempo.

Procure seus direitos, mas lembre-se, você também tem deveres

Segundo a Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade, esse ano o Brasil bateu a absurda média de 447,44% de juros ao ano cobrado pelas empresas de cartões de crédito, esse valor é o maior desde 1995. Com tudo isso podemos entender que é cobrado em média 15,12% ao mês. A elevação enorme de juros veio junto com a crise, os altos números de inadimplentes e o desemprego que vem crescendo.

Para não cair em uma cilada o site do Procon (http://www.procon.sp.gov.br/pdf/GuiaCartaodeCredito.pdf), disponibiliza uma apostila para ajudar o consumidor na hora de adquirir o cartão de crédito e ainda ensina como utilizar com responsabilidade. O Procon é seu amigo para todas as horas no que diz respeito aos seus direitos financeiros, não seja lesado pelas instituições financeiras, busque seus direitos se achar que as empresas estão cobrando juros abusivos em suas faturas de cartão de crédito.

Veja se é possível processar a empresa de cartão de crédito:

A taxa de juros de cartão de crédito é a mais alta do mercado, é preferível dever no cheque especial do que se mantém pagando o mínimo, então toda atenção ainda é pouco quando se trata de juros abusivos. Aqui no Brasil os bancos podem cobrar até 20% ao mês de juros, então procure o banco com a menor taxa e use seu cartão com responsabilidade, assim você pode fugir das cobranças abusivas.

Caso você queira se livrar dos cartões de crédito convencionais, uma ótima sugestão são os cartões de crédito pré-pagos, irá lhe ajudar a cumprir rigorosamente seu orçamento mensal, dessa forma não tem como você perder o controle.

Deixe seu comentário